Estado

Queda no preço do leite preocupa produtores

11 Setembro 2017 14:32:18

A entrada de produtos da Argentina e do Uruguai, o tempo seco na região, e a expectativa do aumento da produção no verão são alguns dos motivos

Jornal do Sul/Turvo

Enquanto o consumidor está feliz por ir ao supermercado e comprar o leite a um preço mais barato, os produtores estão em alerta para os próximos meses. Tudo indica que o preço só tem a cair, bom para quem compra, triste para quem vende.

Conforme explica o produtor de leite, Valmir Concencio, de Turvo, que está no ramo há aproximadamente 20 anos, em dois meses seguidos, ocorreram duas baixas no valor do leite, totalizando R$ 21 centavos a menos por litro. Os motivos para esse cenário são variados, como o aumento da produtividade de leite no verão, e com o aumento da quantidade ofertada, o preço tender a cair.

O auxiliar administrativo da CooperColmeia, a Cooperativa de Produtores de Leite Agroindustrial Familiar Rural de Meleiro, Daniel Araujo Rosa, lembra que na mesma época, em 2016 o preço estava R$ 0,15 maior. Outro fator citado por ele foi o clima, muito seco, que afetou nas pastagens. "O tempo não está contribuindo, era para ser melhor."

Além disso, o investimento para a produção continua o mesmo. "O custo de produção não muda, mas o preço está baixando", declarou. Entre os custos da produção, estão os gastos com alimentação para os animais, e medicamentos. No último mês, na propriedade de Concencio, que é associado da cooperativa, os gastos com insumos chegaram a R$ 9 mil.

Ambos frisam que uma das causas é a entrada de queijos, a preço muito inferior do que o praticado na região, vindos do Uruguai e da Argentina. Comparando ao ano de 2010, o governo aumentou em 117% o volume importado de leite no ano passado. Com expectativa de mais baixas no valor pago, que pode chegar a menos de R$ 1,00 o agricultor afirma, "Essa depreciação pesa para o produtor".

Mesmo com o cenário preocupante, ao lado da esposa Nazarete Meneguel Concencio, que ajuda no trabalho com o leite e demais atividades diárias da propriedade em Boa Vista, ele explica que a atividade ainda é lucrativa. Quando comparado a outros trabalhos na agricultura, a produção de leite se mantém entre as mais rentáveis, segundo o agricultor. Porém, exige compromisso e dedicação diário. 







SOSDesaparecidos.fw.png

Nayany Aysha Adriano

Foi vista pela última vez em 20 de julho de 2016, em Florianópolis/SC

Endereço: Rua Nereu Ramos, 109 - Sala 01 - Centro - Passo de Torres - SC - Brasil
Horário de atendimento
De segunda a sexta-feira | Das 8 às 18 horas

Facebook: Jornal Nortesul | Redação 48 3548-0108 contato@jornalnortesul.com

WhatsApp:  9.9965-2523

Comercial | Classificados | Assinaturas 48 99660-1500 financeiro@jornalnortesul.com