Alerta no mar

Caravelas-portuguesas surgem no litoral de SC e RS

Fique atento a bandeira lilás que alerta sobre a presença deste animal no mar

Redação Nortesul/ Postado por Carina Sperotto
Foto: Divulgação/ Ceclimar

As praias de Santa Catarina, tem registrado ao longo dos anos, no verão, um crescimento na aparição das águas-vivas e ultimamente os banhistas estão sendo surpreendidos pelo surgimento de outro animal marinho, conhecido como caravelas-portuguesas. Elas tem um tom meio azulado e são muito bonitas, porém, o contato humano com esses animais aquáticos deve ser evitado, pois eles trazem riscos à saúde.

Elas são venenosas e podem se perigosas, já que o seu corpo todo possui células urticantes chamadas de cnidas, mais concentradas nos tentáculos. As cnidas têm micro-agulhas ou arpões, que podem injetar toxinas o que pode ser muito doloroso, podendo causar queimaduras de até 3º grau e em situações raras de alergia, pode até causar a morte.

Apesar de apresentarem riscos, as caravelas-portuguesas não atacam pessoas nas praias, apenas liberam toxinas em caso de contato físico acidentalmente.

É possível, que as caravelas encontradas na praia Gaúcha, em Torres, possam ter vindo com a corrente marítima, do Sul catarinense.

Os banhistas que encontrarem uma caravela-portuguesa devem informar os guarda-vidas e evitar entrar no mar.

Os cuidados após o contato com uma água-viva, dragão azul ou caravela-portuguesa é o mesmo, não tocar outro ponto do corpo para não espalhar a toxina, se possível aplicar vinagre e se necessário, procurar atendimento médico.

Imagens






Rede Nortesul de Comunicações Ltda. - CNPJ 09.284.014/0001-59
Contato (48) 3548-0108 (Whatsapp) - E-mail: contato@jornalnortesul.com