Alesc

Comissão de Saúde da Alesc repudia declarações de Jair Bolsonaro

Deputados reafirmaram a importância da continuidade das ações de distanciamento social

RCN
Foto: Eduardo G. de Oliveira/Agência AL
"Fala de Bolsonaro contrariou autoridades de saúde", afirmou presidente da comissão, deputado Neodi Saretta

A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Alesc) emitiu uma nota discordando do pronunciamento feio pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na noite da última terça-feira (24). Durante a fala, Bolsonaro minimizou a gravidade da pandemia do Coronavírus e sugeriu o relaxamento das medidas de distanciamento social.  

"Contrariou as recomendações de órgãos como a Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e autoridades da área, como infectologistas, que com muito trabalho e união envidam esforços imensos para que se possa efetivamente combater a Covid-19", afirmou o presidente da Comissão, deputado Neodi Saretta (PT). 

Os deputados reafirmaram a importância da continuidade das ações de prevenção adotadas, assim como as medidas do governo de auxílio às pessoas com dificuldades econômicas que ficarão sem renda neste período. 

"Reiteramos o nosso compromisso e preocupação com os catarinenses, recomendamos que sigam as recomendações dos órgãos de saúde, evitando aglomerações, cuidem dos idosos e façam a vacina contra a gripe (Influenza)", ressaltam os deputados membros da Comissão. 

Fazem parte da comissão os deputados: Ada de Luca (MDB), Anna Carolina Martins (PSDB), Ismael dos Santos (PSD), José Milton Scheffer (PP), Neodi Saretta (PT), Valdir Cobalchini (MDB), e Vicente Caropreso (PSDB)






Rede Nortesul de Comunicações Ltda. - CNPJ 09.284.014/0001-59
Contato (48) 3548-0108 (Whatsapp) - E-mail: contato@jornalnortesul.com