Coronavírus em SC

Primeiro hospital de campanha de SC será montado em Itajaí

A expectativa é que a unidade esteja pronta em até um mês

Secom
Foto: Mauricio Vieira / Secom

O governador Carlos Moisés anunciou na última quarta-feira, 8, que o primeiro hospital de campanha para atender pacientes com Covid-19 em Santa Catarina será montado em Itajaí, no pavilhão da Marejada. O local contará com 100 leitos de UTI para atender preferencialmente a região da Foz do Rio Itajaí. Um chamamento público foi lançado pela Defesa Civil para a cotação de preços. O resultado deve sair no fim da quinta-feira, 9. A expectativa é que a unidade esteja pronta em até um mês.

Os recursos para a montagem do hospital serão próprios do Governo do Estado. Segundo o governador, a intenção é que outros hospitais de campanha sejam montados nas diferentes regiões catarinenses, conforme a necessidade. 

"Esse é um formato que está sendo recomendado porque nós conseguimos levar os leitos de UTI onde há demanda. Todos os equipamentos a serem adquiridos ficarão como patrimônio do Estado para uso posterior", explicou Carlos Moisés. 

A previsão é que o hospital funcione por seis meses, com um custo total de aproximadamente R$ 76 milhões. O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, explica que o acompanhamento do novo coronavírus pelo Estado começou ainda em dezembro de 2019. 

Em relação aos hospitais de campanha, Cordeiro conta que o Estado está em busca de financiamento com o BNDES para erguer novos hospitais deste tipo, em um movimento que conta com a aprovação da União. 

"O Governo Federal tem sinalizado com a alocação de recursos para a contratação de hospitais de campanha. Por isso, o Governo do Estado lançará um pregão para registro de preços. Dessa maneira, vamos estar preparados se eles precisem ser implementados", diz o chefe da Defesa Civil. 

Mais leitos de UTI disponíveis 

Durante coletiva de imprensa, o governador Carlos Moisés também informou que, desde o início da pandemia, 220 novos leitos de UTI já estão disponíveis na rede SUS em Santa Catarina., além dos 801 já existentes. O planejamento é que se chegue a pouco mais de 1.500 leitos intensivos na rede hospitalar pública. Além disso, poderão ser disponibilizadas mais mil leitos desse tipo em hospitais de campanha, chegando a um total de cerca de 2.500.

"Nós temos um planejamento de curto, médio e longo prazo. A implementação de novos leitos é um desafio, que o Governo do Estado está preparado para assumir. Mas vale ressaltar também que todas as ações do Estado dependem da colaboração da população. Por isso, sempre reforçamos a necessidade do distanciamento social. Pedimos que fiquem em casa todos aqueles que podem", afirmou o secretário de Estado da Saúde, Helton Zeferino.



Rede Nortesul de Comunicações Ltda. - CNPJ 09.284.014/0001-59
Contato (48) 3548-0108 (Whatsapp) - E-mail: contato@jornalnortesul.com