Rôgga faz 12 anos e acumula prêmios pelo alto desempenho

12 Novembro 2018 14:20:51

A Rôgga Empreendimentos, construtora e incorporadora, líder de mercado na região Norte, completou 12 anos no final de outubro. Foi eleita neste ano como uma das 50 empresas mais inovadoras do Sul, sendo a única do setor da Indústria da Construção pela Revista Amanhã. Destaque em gestão de sustentabilidade ambiental, a empresa, com sede em Joinville, prevê, para 2019, 12 lançamentos no mercado, totalizando a construção de 1.500 apartamentos, com um Valor Geral de Vendas (VGV) estimado de R$ 330 milhões. Atualmente são mais de 5 mil famílias morando em um empreendimento Rôgga e, desde 2006, a empresa já entregou mais de 380 mil m² de área construída nas cidades de Joinville, Jaraguá do Sul, Barra Velha, Balneário Piçarras, Penha e Florianópolis. O presidente Vilson Buss (foto) ressalta as qualidades que fazem os consumidores comprarem os apartamentos da Rôgga: "Os empreendimentos são situados em localizações privilegiadas, com diferenciais na planta (ambientes funcionais e modernos) e nas áreas comuns, de lazer. Tudo a um ótimo custo-benefício, atendendo a necessidade do futuro morador". Neste ano, na pesquisa "As PMEs que mais crescem no Brasil", promovida pela Deloitte para a Exame, a construtora foi a vencedora no levantamento "Best Managed Companies", que valoriza as melhores práticas de gestão de sustentabilidade ambiental entre as empresas emergentes de maior crescimento no país. A empresa foi a primeira incorporadora e construtora do Brasil a receber o Selo Casa Azul, categoria Ouro, referência em sustentabilidade pela Caixa.

CARNE SUÍNA, NEGÓCIO DA CHINA

A China se tornou o maior mercado para carne suína produzida em SC. O gigante asiático vem ampliando suas compras e já responde por mais de um terço de toda carne suína exportada pelo estado. Só no último mês os embarques com destino a China aumentaram em 351% e representaram US$ 17,7 milhões. Em outubro, SC enviou 10,1 mil toneladas de carne suína para abastecer o mercado chinês - 4,5 vezes a quantidade vendida no mesmo mês de 2017. O faturamento também aumentou na mesma proporção. No acumulado do ano, a China já comprou 95,2 mil toneladas do produto- isso representa 35,9% das exportações catarinenses de carne suína em 2018, com geração de receitas de US$ 182 milhões. De janeiro a outubro, os embarques para China aumentaram em 180,8% em quantidade e em 171,8% no valor. De janeiro a outubro deste ano, SC respondeu por 50,5% das exportações brasileiras de carne suína. O estado vendeu 264,9 mil toneladas para o mercado internacional, aumentando em 13,3% a quantidade em relação ao mesmo período do último ano. O faturamento já passa de US$ 496 milhões.








COLUNAS

15332367368140.png
Vinicius.png

Endereço: Rua Nereu Ramos, 109 - Sala 01 - Centro - Passo de Torres - SC - Brasil
Atendimento: De segunda a sexta-feira | Das 8 às 18 horas
Facebook: Jornal Nortesul | Redação 48 3548-0108 contato@jornalnortesul.com WhatsApp:  9.9965-2523
Comercial | Classificados | Assinaturas 48 99660-1500 financeiro@jornalnortesul.com