Religão

Superar a violência é o desafio proposto pela Campanha da Fraternidade 2018

13 Fevereiro 2018 00:06:00

Diocese Criciúma
Foto: Divulgação

A Campanha da Fraternidade, que inicia todos os anos na Quarta-Feira de Cinzas, por iniciativa da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), traz à tona, neste ano, o tema "Fraternidade e Superação da Violência" e o lema "Vós sois todos irmãos". O assunto foi estudado, discutido e refletido na manhã de hoje, no Auditório da Paróquia São Donato, em Içara. O mesmo encontro é repetido pela Diocese de Criciúma na manhã de sábado, dia 10, no Auditório da Paróquia Nossa Senhora da Oração, em Turvo. Hoje, mais de 100 pessoas participaram da atividade, representantes de pastorais e de 22 paróquias e santuários da Diocese.Números assustam

Os números da violência no país são alarmantes, com um índice de crescimento de 592%, de 2003 a 2016, quando o Brasil encerrou o ano com 59 mil homicídios. "São números que superam a Europa inteira, os Estados Unidos e a China juntos. O Brasil mata mais que os países em guerra. A comparação é por 100 mil habitantes. Fora os desaparecidos que foram assassinados e as mortes que não foram esclarecidas e não entraram para essa estatística. Os Estados Unidos tem uma população de 305 milhões de habitantes, 100 milhões a mais que o Brasil e sabem quantos homicídios os EUA fecharam o ano de 2016? 12.900 homicídios por ano", destacou o delegado.

De acordo com Neves, entre as estatísticas do Estado de Santa Catarina, o maior índice de homicídios ocorre no mês de fevereiro, época das festas de carnaval. A maioria dos homicídios ocorre nos finais de semana e 59% deles no período noturno e com arma de fogo. O local, geralmente em via pública e quando as mulheres são vítimas, dentro de casa. A maior motivação dos crimes tem origem no tráfico de drogas. Segundo o delegado, são os homens que mais matam, somando 95% das estatísticas, com uma faixa etária que concentra de 18 a 24 anos de idade e são também os que mais morrem, totalizando 88% dos casos, com idade entre 35 e 59 anos. As mulheres ocupam o percentual de 11% entre as vítimas.






COLUNAS

Bond.png
Vinicius.png
Fatima.png

Endereço: Rua Nereu Ramos, 109 - Sala 01 - Centro - Passo de Torres - SC - Brasil
Atendimento: De segunda a sexta-feira | Das 8 às 18 horas
Facebook: Jornal Nortesul | Redação 48 3548-0108 contato@jornalnortesul.com WhatsApp:  9.9965-2523
Comercial | Classificados | Assinaturas 48 99660-1500 financeiro@jornalnortesul.com